O Cabaco

Sou o Cabaco e sou residente na república. Este é o meu diário sexual com a minha mulher, a Maria Cabaca.

sexta-feira, março 24, 2006

Com lixa

Ontem foi dia de ir ao cu ao PM (Paneleiro Ministro). Custou um pouco a entrar, mas depois foi um vê se te avias.
O problema é que o gajo está a começar a gostar disto e as fodas já não lhe doem tanto. Ás vezes até se ri, o cabrão! Mas já mandei fazer um preservativo revestido a lixa da mais grossa. Quero vê-lo a rir-se na próxima quinta-feira!

Ai, isso é que não!

Este filho da puta, na nossa ultima reunião, queria-me fazer um broche.



-Broche não! - Disse eu.
-Mas vira para cá o cu, que eu já vi o "Brokeback Mountain" e toda a gente sabe que tens a mania que és cowboy.

sexta-feira, março 17, 2006

Agarra que é ministro

No outro dia ouvi um Ministro dizer que não falava com, nem considerava ouvir, ou ler sequer o quer que fosse por parte de uma determinada associação sindical de policias. Esse ministro cá para mim precisa de uma fodinha! Mas também, com o cassetete com que eu tenho andado últimamente, se lhe dou uma foda o gajo aínda fica branco! E depois aínda vêm dizer que Residente é racista!
- Ó Maria!!! Ande cá depressa que o mastro vai alto!

quinta-feira, março 16, 2006

Levas com o Cristo

Enquanto partia a bilha da Maria ao som do "Zumba na caneca", dessa grande fodilhona que dá pelo nome de Tópicha, pus-me a olhar para um quadro na parede do Rei D. José e perguntei á Maria?
-Olha lá! Tu não achas que aqui ficava melhor uma fotografia da Nossa Senhora daquelas que se vendem em Fátima a 3 Euros cada, em vez deste bardajolas?
Ao que ela respondeu:
-Sim... Ah...Sim...Sim...Sim..Ahh..Ahh...Cabrãããããããããão!!!
-Também não é preciso insultar o senhor!-Disse eu.-Podia ser um bardajolas, mas era um grande fodilhão.
-Sim..Ah..Sim..Ah..Boooiii!
-Já que não gostas mesmo do senhor, então chupa-me aí a alfarroba que eu não tenho tempo de me limpar, enquanto peço para trocarem o quadro.
Telefonei e disseram-me que as Nossas Senhoras estavam esgotadas mas que tinham um Jesus Cristo em três dimensões.
-O que é que achas Maria?
-Chlp...Shlurpp...hrupt...Chrapp...Chlopp....
Foda-se! Mas quem é que percebe as mulheres?

Antes ser paneleiro!



Hoje sonhei que estava a ser violado por uma gaja... á primeira até pode parecer bem... mas o pior é que a gaja era a Manuela Moura Guedes!
Cruzes, credo, canhoto, safa, livra, prefiro 1 milhao de vezes reanimar a Maria Cabaca com respiração boca a boca, tal como acontece sempre que fazemos a posição da Jiboia Enraivecida!


Mais uma reunião

No outro dia tive uma reunião com o P.M. (Paneleiro Ministro).

Assunto da ordem do dia:
- Anda cá que já te fodo.

Conclusão da reunião:
-A Maria é melhor!

Fodam-se

quarta-feira, março 15, 2006

Esperança, confiança e sentido de futuro.


Há três ideias simples que devemos ter presentes quando falamos de Portugal, dos Portugueses e dos desafios que se nos colocam: esperança, confiança e sentido de futuro.

Esperança

Esperamos que isto acabe depressa, e os espanhois comprem logo esta merda toda e façam de Portugal um grande bordel de luxo!

Confiança

Confiem na minha palavra. Quando digo que não doi nada é porque a vazelina é de pimeira e certamente já a terei experimentado, com a Maria Cabaca a amaranhar pelas paredes!

Sentido de futuro

Porque importa que possamos reinventar um rumo que nos oriente e mobilize, que nos prepare para os desafios das novas tecnologias, afinal de contas se a Espanha comprar mesmo isto, seremos todos putas de luxo. Estou convicto de que o Residente da República poderá dar um contributo inestimável para a concretização destas ideias. Pois aqui em Belém sou eu a Cafetina Mor!

Ao saudar-vos, através deste sítio, pretendo dar mais um sinal no sentido de enrabarmos todos os Portugueses neste projecto pernicioso de construirmos um futuro fodengo para Portugal.

Fodam-se

sábado, março 11, 2006

Uma questão de habituação

Ainda não me habituei a ser chamado de Sr. Residente. É difícil quando temos um nome como Aníbal.
"Oh Aníbal! Anda-me cá foder a peida!" é diferente de "Oh Sr. Residente! Anda cá foder a 1ª Peida!".
Tenho que me habituar.

quinta-feira, março 09, 2006

Comunicado de Sua Exª o Residente partinte

Saloios e saloias, bimbos e bimbas, otários e otárias, em suma Portugueses:

Eis que chegados ao fim de dez anos de residência, numa residência que não é minha, como convém, chega agora a hora de passar o testemunho a alguém que irá perpetuar as minhas fodas nesta casa.
Fodas houve mais bem dadas que outras, eu sei. Nos meus dez anos de residência, lembro-me particularmente uma foda que tive de dar a um sujeitinho mimado e com o cabelo ligeiramente comprido atrás, mas que estava bem a merecer uma ramelgada por trás assim á laia Medieval, mas com um toque Romano, pois foi mesmo no meio do coliseu. Devo dizer-vos que soube bem. O gajo até chorou!
Mas nem tudo foi dar fodas. Recordo aquela foda que tive de levar quando tive de entregar um terrenito jeitoso (até la tinha um aeroporto novo) lá para os lados da China a uns Bruce Lee's que só me lembravam os empregados do restaurante chinês ali da esquina. E eles sempre com aqueles sorrisos ridículos. É sempre mau levar uma foda, mas quando ainda se estão a rir na nossa cara ainda doi mais. Doeu tanto que passei uma boa parte do tempo a chorar.
Mas como o que lá doi, lá doi e como não podemos fazer disso um furúnculo, quero aqui deixar expressos votos para que o meu sucessor seja melhor do que eu. Principalmente a levá-las. Se bem que tem muito boas fodas para dar e presentear os bimbos e bimbas, saloios e saloias, otários e otárias, em suma Portugueses.
Vou dedicar-me agora a outro tipo de fodas, em suma a fodas caseiras. Só para chatear a minha vizinha que há dez anos não ouve um "Dá-me com ele na chicha" às três da manhã.
Por falar em fodas tardias, e remetendo-me ao meu sucessor, que por esta altura já deve estar com uma rebarba do arco da velha, deixo algumas recomendações de Residente para Residente:
- Cuidado com o cú de Ministro! Sai sempre com merda!
- Faça sempre uma vistoria ao seu telemóvel não vá alguém ouvir os gemidos das suas parcerias sexofónicas, e contar à júdite... E atenção porque ela é fodida não só por trás, como também pela frente!
- Evite sempre que possivel ter opinião ou decidir sobre seja qual for o broche que tem entre mãos.
- Se alguma das suas malucas desatar a fugir atrás do sonho Europeu, faça-a lembrar que não passa duma tronga governamental! Se ainda assim não resultar e a tronga fugir na mesma, pelo menos não se fique com a primeira que se disponha a abocanhar o nabo Residencial! (essas duram pouco e depois é preciso substituir ao cabo de +/- 4 meses)
Agradeço do fundo do meu escroto estes dez anos de residência. Bem hajam e boas fodas senhor Residente chegante.

O Gabinete da Residência (tipo aquele lá do fundo onde se ouvem gemidos mas não se passa nada):

Fodam-se